Textos de Imprensa V

             A publicação do volume Textos de Imprensa V (da Revista Moderna) constitui não apenas a privilegiada oportunidade para o reencontro com alguns textos fundamentais de Eça de Queirós, mas também a confirmação (desnecessária confirmação) da relevância patrimonial da edição crítica das obras do grande escritor.
Neste caso, o trabalho de edição crítica incide sobre textos de imprensa de diversificada fatura e temática, mas de proveniência comum. Seguindo o critério editorialque esta coleção adotou, os textos de imprensa não se integram apenas em setor próprio da coleção, como se organizam tendo em atenção as várias publicações  que Eça distinguiu com a sua colaboração. A Revista Moderna foi um desses títulos, tendo aparecido na vida literária queirosiana em momento já tardio: o que aqui encontramos são testemunhos do pensamento e do discurso crítico do Eça  finissecular,  esse a que chamamos o último Eça, num tempo  pessoal e profissional decorrido em Paris, mas de facto nunca afastado da atenção que o seu país  (e também o Brasil) lhe merecia.
Conforme lembra o circunstanciado estudo introdutório de Elena Losada Soler, a Revista Moderna,  dirigida e financiada pelo brasileiro Martinho  Botelho, teve uma vida breve e exuberante, com toda a feição de revista luxuosa, generosamente ilustrada e endereçada a um público  culto e sofisticado. Nessa vida interveio de forma muito ativa um escritor – Eça de Queirós – que já então beneficiava, em Portugal e no Brasil, de uma notoriedade tão ampla como justificada. Não por acaso, o número 10 (de 20 de Novembro de 1897) constituiu uma homenagem a Eça, incluindo-se nessa homenagem testemunhos de apreço subscritos por figuras destacadas como Eduardo Prado, Maria Amália Vaz de Carvalho, o Conde de Arnoso, Jaime Batalha Reis, Trindade Coelho, Mariano Pina, Domício da Gama, Henrique Lopes de Mendonça, Abel Botelho e muitos outros. Eça bem merecia a homenagem, entre outras razões porque foi abundante e muito significativa a sua colaboração, no curto tempo em que a revista durou: para além dos textos que agora se editam, o escritor destinou também à Revista Moderna alguns dos seus mais importantes contos (que serão integrados no volume desta edição crítica Contos I) e sobretudo a primeira versão, deixada inconclusa quando terminou a revista, d’A Ilustre Casa de Ramires.
Tal como já ficou sugerido e como na introdução a este volume com mais demora se observará, a colaboração cronística de Eça é, no caso deste conjunto, diversificada. A par de textos de circunstância – por exemplo, o que é dedicado à rainha D. Amélia – encontramos exercícios de fino recorte literário (com destaque para a crónica “No Mesmo Hotel”) e argutas análises da vida pública, do pensamento e das relações internacionais do final do século XIX, tudo por junto atestando a reconhecida importância dos textos de imprensa de Eça para o estudo da sua obra propriamente literária.
Da qualidade do trabalho aqui apresentado beneficiará certamente o estudioso de Eça de Queirós, com a segurança de ser esse trabalho assinado por Elena Losada Soler. Autora de diversos estudos de temática queirosiana – entre os quais uma dissertação de doutoramento sobre a receção crítica de Eça em Espanha –, Elena Losada Soler colaborou já neste projecto, quando preparou a edição crítica d’A Ilustre Casa de Ramires, cuja primeira e incompleta versão apareceu também, como já se disse, na Revista Moderna.
Enquanto coordenador da EdiçãoCrítica das Obras de Eça de Queirós, devo, de novo,  reconhecer e louvar o empenhamento dos estudiosos que me têm acompanhado nesta empresa; do mesmo modo, gostosamente registo a continuidade editorial que lhe tem sido assegurada pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

 Carlos Reis, “Nota Prefacial” a Textos de Imprensa V. Edição de Elena Losada Soler. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2003.

Deixe um comentário

4 comentários

  1. unlike additional blogs i have read which are really not good. i also found your posts very interesting.

    Responder
  2. well i think this topic is very interesting, but it’s also complexing to discuss about it.

    Responder
  3. this post shows the information which is close to standard. convincing way of expression due to that reason your post become so informative.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: