Ega, João da

Artur Inês como João da Ega

Artur Inês como João da Ega

Personagem de caracterização direta que começa por aparecer associada a Carlos, como «seu íntimo», desde os anos de Coimbra (cap. IV). Aí estabelece Ega  a sua fama de demagogo e de ateu irreverente, imagem em que se empenha na  vida de boémia estudantil.

A sua figura muito magra, alta e esguia é reiteradamente referida, bem como o nariz afilado e o monóculo. A descrição sugere  uma atitude que será, sob diversas formas, uma imagem de marca de Ega: o satanismo que remonta a Coimbra, então uma atitude assumida e plenamente vivida, e que em Lisboa é forçada a conviver com novos interesses. A boémia dá lugar ao dandismo, degenerando naquele satanismo caricato de que é exemplo o episódio do baile de máscaras dos Cohen (cap. IX). Esta segunda fase do  percurso de João da Ega começa com a cena do reencontro  com Carlos, já no consultório do amigo; aí,  o contraste entre o «antigo boémio de batina esfarrapada» e o espalhafato do novo dândi  espanta Carlos. E daqui em diante Ega não cessa de arvorar a preocupação constante com a indumentária que conforma nele um dandismo  irreverente;  junta-se a isto o diletantismo, sempre paradoxal nas atitudes que defende e às vezes incoerente quanto aos valores estéticos e culturais que adota.

Essa incoerência é marcante sobretudo pelo contraste entre o  percurso pessoal e o  percurso literário de João da Ega. Romântico na vida, como se vê pelo seu caso amoroso com Raquel Cohen e pelo satanismo recorrente, Ega faz a episódica defesa de uma estética naturalista, que o leva à crítica mordaz do ultrarromantismo e de Tomás de Alencar: o episódio que melhor ilustra esta contradição é o do jantar do Hotel Central (cap. VI), um dos muitos momentos em que a ficção queirosiana se fixa em questões metaliterárias.

Um momento  paradigmático da caracterização de João da Ega: a descrição da Vila Balzac, recheada de  elementos satânicos (os tons escarlates, a referência ao Mefistófeles do Fausto, antecipando a fantasia que Ega há de levar aos baile dos Cohen), ao que se junta o gosto pelo vistoso, a vaidade e, muito marcadamente, o contraste das  escolhas literárias, com «a Lógica de Stuart Mill por cima d’ “O Cavaleiro da Casa Vermelha”» (cap. VI). Este último componente está relacionado com o fracasso de  projetos literários. Assim, o único passo que se conhece das Memórias de um Átomo corresponde precisamente a um episódio român­tico, escrito sob a influência direta da  relação com Raquel Cohen. Por fim, o livro não é acabado e a revista a fundar com Carlos não vai além  de um vago projeto.

O envolvimento de Ega na tragédia do incesto, a par dos já referidos factos da sua biografia e das suas opiniões estéticas, atualiza  sentidos funda­mentais para a compreensão desta que é uma das grandes personagens de Eça. O trecho mais significativo, neste aspeto,  é aquele em que Ega é confrontado com a existência do incesto e da desgraça do amigo (cap. XVI). As contradições inerentes ao carácter

da personagem tornam a defesa do natura­lismo  um esforço retórico que nunca chega a concretizar-se numa assimilação de facto. E é nesse esforço que se anuncia já o desintegrar das certezas racionalistas, quando Ega começa a aceitar a inevitabilidade da relação amorosa entre Carlos e Maria Eduarda, ao mesmo tempo que surge na sua mente o termo fatalismo. A par desta aceitação, vem o inevitável vencidismo de quem se reconhece, afinal, romântico (e até admirador de Alencar, aplaudido no sarau da Trindade), e de quem admite, juntamente com o amigo Carlos, o falhanço na vida (cap. XVIII).

O destaque de João da Ega na economia interna do romance está bem confirmado pela composição elaborada que a personagem recentemente mereceu na versão cinematográfica d’Os Maias, realizada por João Botelho.

João da Ega por Wladimir A. de Souza

João da Ega por Wladimir A. de Souza

Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: